EVITAR CARBOIDRATO NO JANTAR ENVELHECE!

3.11.2015

O carboidrato é a principal fonte de energia para a realização dos processos vitais dos organismos. Uma quantidade de carboidrato suficiente tem os seguintes efeitos em nosso organismo:

 

•  Impede que as proteínas sejam desviadas de sua função básica que é a construção de diversos tipos de tecido, na falta de carboidrato a proteína passa a fornecer energia, gerando subprodutos indesejáveis e perdendo sua função construtora.

 

•  Mantém o cérebro funcionando.

 

A falta prolongada de carboidratos pode causar danos irreversíveis ao cérebro, fraqueza, dor de cabeça, tremores, cãibras, vontade de urinar várias vezes à noite, mãos frias, nervosismo e tonturas, o que pode levar até ao desmaio.

 

Se a pessoa evitar carboidratos no jantar e ingerir somente alimentos fonte de proteína e gorduras, como, por exemplo, carne de frango ou peixe, seu organismo vai necessitar de energia para digerir esses alimentos. Como o organismo irá fornecer essa energia se não tem estoque de energia rápida para digestão?

 

A primeira ação do organismo é fornecer energia a partir dos músculos, ou seja, através da queima muscular, de modo que a proteína e a gordura presentes na carne de frango ou peixe sejam quebradas e absorvidas pelo organismo. Este processo causa perda muscular e, conseqüentemente, o aumento das rugas e da flacidez.

 

A única forma de obtermos energia rápida sem causar prejuízos ao organismo é através da ingestão de carboidratos, dando preferência aos integrais.

 

O exagero na ingestão e o tipo inapropriado de carboidratos é que levam o organismo ao acúmulo de gordura (ganho de peso). Por isso é importante escolher carboidratos integrais, cereais integrais, farinha integral e de fonte naturais (batata, inhame, aipim) e usá-los moderadamente. Só acumula as gordurinhas extras quem não se preocupa com a quantidade e a qualidade da comida.

 

Para manter a boa forma é simples: basta comer várias vezes ao dia, de 5 a 6 refeições, e equilibrar os nutrientes em todas as refeições, seguindo as porções indicadas na pirâmide alimentar.

O cardápio ideal para o jantar é o mesmo recomendado para os demais horários: alimentos ricos em nutrientes, antioxidantes e fibras, como pães e massas integrais, frutas, hortaliças, carnes magras, gorduras vegetais e leguminosas. Após o jantar, aguarde pelo menos duas horas antes de se deitar para facilitar o processo digestivo.

 

Referências: 


Lehninger, Albert Lester, 1917.
Princípios de bioquímica/Albert L. Lehninger, David L. Nelson, Michel M. Cox; traduzido por Arnaldo Antonio Simões, Wilson Roberto Navega Lodi – 2. Ed – São Paulo: SARVIER, 1995.

 

Please reload

Postagens em destaque

COINE/RENAE 2020

September 4, 2020

1/10
Please reload

Postagens recentes

September 4, 2020

June 17, 2020

August 7, 2018

Please reload

Arquivo